Default Header Bubble Text

Tecnologia 4K em 3D é utilizada para tratamentos oftalmológicos

POR EM Dr. Lair Huning, Oftalmologia, Sem categoria em 31 de março de 2017

Em fevereiro de 2017, a HÜNING Oftalmologia e Pesquisa publicou em seu site, que após muitos estudos, no fim de 2016 aderiu a inovação da tecnologia 4K e realizou a primeira cirurgia oftalmológica 3D em sistema 4K (Ultra HD), com o mesmo equipamento utilizado pela NFL (Liga de Futebol Americano) e pela Premier League (Liga Inglesa de Futebol).
Essa tecnologia parte de uma pesquisa que tem sido realizada há muitos anos, desde 1980, pela Japan Broadcasting Corporation, passando por evoluções – junto com o crescimento acelerado da informática e das mídias digitais – obtendo resultados em 2000, com a tecnologia 2K, e já em 2006 trabalhando a 4K. Essa pesquisa tem o objetivo de atingir níveis superiores de resolução de telas de transmissão. Por aumentar a capacidade de transmitir detalhes e gerar uma maior imersão, a tecnologia 4K, no cinema, possibilita um maior envolvimento e uma experiência mais completa do público com o produto audiovisual. Já no campo científico, as possibilidades enchem os olhos dos pesquisadores e profissionais de diversas áreas da saúde e pesquisa, uma vez que o uso desse modelo de resolução permite uma visualização muito maior de um microorganismo ou de um órgão humano, por exemplo, com uma definição bem mais detalhada e de qualidade.
Após estruturada, a pesquisa ganhou forma e comprovação de uso. Em um evento no mês de agosto de 2014, realizado em São Paulo, foi feita uma transmissão ao vivo, de uma cirurgia de catarata, através de duas câmeras 4K acopladas a microscópios e usando uma rede de 10Gbps da Rede ANSP. Geralmente, uma cirurgia como essa é acompanhada por, no máximo, um aluno ou um médico residente. A transmissão do procedimento em 4K e em uma rede de alta velocidade permite que uma platéia de médicos possa assistir em um auditório, por exemplo.” afirmou Cícero Inácio da Silva, coordenador adjunto da Universidade Aberta do Brasil da Unifesp.
Já em 2016, aqui no Rio Grande do Sul, A HÜNING utilizou essa tecnologia na realização de uma cirurgia oftalmológica de sucesso. A relevância desse fato não se dá apenas pela qualidade da operação a partir do investimento nessa tecnologia, mas também pela HÜNING ter incentivado esses estudos e pesquisas dentro do seu ambiente de trabalho. Juntamente com o Dr. Lair Hüning e Dr. Gustavo Hüning, experiências realizadas na região sudeste do Brasil foram trazidas para o sul e são fonte de conhecimento para a comunidade acadêmica e científica do estado, como também possibilitam um atendimento de melhor qualidade para pacientes através de objetivos de melhora na capacitação de seus profissionais da saúde e sobretudo, no tratamento oftalmológico de seus pacientes.
Fonte: Fapesp, HÜNING

COMPARTILHE:

4 anos ago / Sem Comentários

31

MAR

Sem

Comentários

Tags:, , , ,

Comentários